Saúde

HU-Unifap inaugura Unidade de Bloco Cirúrgico na sexta-feira,10

Investimentos foram na ordem de cerca de 7,7 milhões de reais e primeira cirurgia está prevista para o dia 13 de novembro.

Na sexta-feira, dia 10, o Hospital Universitário da Universidade Federal do Amapá (HU-Unifap), vinculado à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares, vai inaugurar a sua Unidade de Bloco Cirúrgico. Foram investidos R$ 7.691.492,52 (sete milhões, seiscentos e noventa e um mil, quatrocentos e noventa e dois reais e cinquenta e dois centavos) em equipamentos, com recursos do Hospital, de Emenda Parlamentar e do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), gerido pela Ebserh. A solenidade de abertura será realizada no Auditório da instituição, às 9h, com a presença de autoridades políticas e da comunidade hospitalar e universitária. A primeira cirurgia está prevista para acontecer no dia 13 de novembro.

O novo espaço, com aproximadamente 1.280 m² e localizado no primeiro andar do HU-Unifap, funcionará, neste primeiro momento, com quatro salas, sendo duas para cirurgias de médio e grande porte, uma para procedimentos endoscópicos e outra para pequenas intervenções. A expectativa é que dentro dos próximos seis meses a Unidade esteja funcionando com o total de oito salas e, posteriormente, quando iniciarem os partos cirúrgicos, atingir a capacidade máxima do Bloco, com 10 salas.

O superintendente do HU-Unifap, Marcos Santos, ressalta que a abertura dessa Unidade constitui-se como um grande passo na assistência à população amapaense. “O Centro Cirúrgico abre uma nova fase no Hospital Universitário, trazendo para a sociedade a resposta que ela deseja, que é a possibilidade de fazer todos os serviços aqui mesmo no estado. Toda nossa equipe, em conjunto, está trabalhando para exercer e prestar melhor esse serviço para a população”, afirma.

Segundo a chefe do Setor de Apoio Diagnóstico e Terapêutico (STDT), Giselle Tourinho, “a proposta é iniciar com cirurgias gerais e urológicas, e, conforme o serviço seja ampliado, também incluir outros tipos de procedimentos, como os oftalmológicos, os dermatológicos e os ginecológicos”. As primeiras cirurgias serão realizadas nas próximas semanas após atendimento dos pacientes nas consultas ambulatoriais com os cirurgiões do HU-Unifap, que tiveram início nesta quarta-feira, dia 08. Estimam-se que 70 cirurgias gerais e 64 urológicas poderão ser realizadas por mês nesta fase inicial.