Saúde

Autorização para Licitação que dará início à obra do Novo Hospital de Emergências de Macapá é publicada no Diário Oficial

Uma luta de quase 60 anos para o fortalecimento da saúde pública do Amapá teve um importante passo nesta terça-feira (4), ocasião em que o Diário Oficial publicou a liberação do processo de licitação para a construção do Novo Hospital de Emergências de Macapá, considerada a maior obra de saúde pública do estado. Mesmo em missão oficial em Portugal, o senador Davi Alcolumbre (União-AP), um dos principais articuladores para a realização da obra, comemorou a boa notícia, dada por telefone, em primeira mão, pelo governador Clécio Luís e o suplente de Davi, Josiel Alcolumbre. Ambos estão também em viagem, em Caiena (Guiana Francesa).

As obras do pronto-socorro devem iniciar ainda neste ano de 2023. “Essa é uma das melhores notícias que eu poderia ter recebido. Estamos lutando há muitos anos para conseguir esse recurso, dedicando nosso mandato, tempo e esforço em Brasília para a concretização desse sonho que vai mudar a realidade de milhares de amapaenses. É um recurso inédito para uma obra aguardada há quase seis décadas”, comemorou Davi. Há pelo menos quatro anos Alcolumbre trabalha por um atendimento digno de emergência e urgência para os amapaenses.

Partiu do senador a articulação para a liberação dos R$ 120 milhões destinados à construção do novo centro médico. “Sem dúvida, essa é uma bandeira do meu mandato”, afirmou. Alcolumbre também liderou as negociações, junto ao governo federal, para a cessão do espaço, que era do Exército Brasileiro, onde funcionará o novo hospital. Há pelo menos 20 anos o estado do Amapá tentava a cessão da área, mas não avançava nas articulações. A ação de Davi rendeu uma economia de R$ 30 milhões aos cofres públicos do estado.

“Esse hospital é um marco na história da saúde pública do Amapá e vai mudar a vida de milhares de amapaenses que estão sonhando com essa obra. Dar para a população um atendimento digno de emergência e urgência é o que queremos e, para isso, estamos trabalhando”, frisou Alcolumbre.

Ao telefone, o governador Clécio Luís reconheceu o apoio do senador para a concretização do novo centro hospitalar. “Há  anos que o senador Davi luta e sonha com essa obra. Agora, são 60 dias úteis para ter uma empresa vencedora e começar essa obra que vai mudar toda a história da saúde pública do Amapá”, acrescentou.

O Hospital de Emergência de Macapá será edificado na área onde ficava a antiga Vila Militar, atrás do Hospital de Emergências Oswaldo Cruz.

 

 

Com informações da Assessoria de Imprensa