Segurança

Leituristas de energia foram capacitados para evitar ataques de cães durante o trabalho

Para evitar ataques de cães, a Polícia Militar do Amapá, ofertou uma capacitação para os colaboradores da empresa CEA Equatorial para que esses trabalhadores saibam como prevenir agressões desses animais e como agir quando a mordida for inevitável.

Foto: Ascom GEA

A oficina foi conduzida pelos militares do Canil do Batalhão de Operações Especiais (Bope). O treinamento dos profissionais envolveu conhecimentos sobre o comportamento e a psicologia canina, além de aula prática sobre como escapar dos ataques.

Segundo o comandante do Canil, capitão Lino Medeiros, mais do que as atividades policiais de combate a grupos criminosos e ao tráfico de drogas, com o trabalho dos cães para faro de drogas, armas, busca e captura, além de guarda e proteção, a instituição também oferece informações sobre esses os animais para os cidadãos.

Medeiros reforçou a importância dos tutores de animais manterem todos os cuidados necessários para que acidentes envolvendo os cães e trabalhadores não aconteçam.

“Ter cão em casa é uma responsabilidade. Com alimentação, saúde e, naturalmente, com o comportamento com outras pessoas. Não se pode deixar que, por um desleixo na educação do animal, que outras pessoas e profissionais sejam lesionados. É muito importante que as pessoas em suas residências, sempre que forem receber alguém em casa, tenham esse cuidado”, alertou o capitão.

Com informações Ascom Secom