Cidades

Acordo de cooperação para inserir amapaenses no mercado de trabalho é assinado pelo SESI, SENAI e Ministério do Desenvolvimento

A diretora de Operações do SENAI Amapá, Alyne Vieira, e o ministro Wellington Dias assinaram na manhã de hoje, 12, Acordo de Cooperação entre o SESI, o SENAI e o Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social (MDS), que  estabelece um protocolo de intenções para desenvolver programas de qualificação profissional e a inclusão no mercado de trabalho, de pessoas inscritas no CADÚnico.

O pacto foi celebrado em cerimônia que também contou com a presença do ministro da Integração e do Desenvolvimento Regional, Waldez Góes, do senador Randolfe Rodrigues, e do governador do Estado do Amapá, Clécio Vieira, entre outras autoridades.

“Quanto mais conhecimento uma pessoa adquire, mais apta estará a disputar uma vaga de emprego no mercado de trabalho, que está cada vez mais competitivo. Essa tem sido nossa principal missão: colaborar para o desenvolvimento do ser humano, proporcionando acesso à educação e consequentemente qualidade de vida”, declarou Alyne Vieira.

Com a frase “Quem tem fome, tem pressa”, o governador Clécio Vieira ressaltou que o trabalho é um direito fundamental e inerente à dignidade do ser humano.

“Temos no Amapá mais de 500 mil pessoas que vivem em situação de extrema pobreza e não conseguem realizar o sonho de trabalhar ou de empreender. É para cuidar dessas pessoas que contamos e agradecemos a parceria do SESI e do SENAI. De mãos dadas firmamos o compromisso de dar à essa população condições de inserção no mundo do trabalho”, frisou.

“Vamos tirar o povo da extrema pobreza. É preciso, antes de tudo, criar condições reais para que os amapaenses tenham os instrumentos necessários para conseguir garantir seu sustento, e possam trabalhar. Não conseguimos fazer isso sozinhos, é fundamental a colaboração de parceiros como o Sistema S, que tem experiência em promover educação de qualidade”, ressaltou o ministro Wellington Dias.

 

Com informações da ASCOM