Política

Senador participa da abertura da Jornada Cidadã na Aldeia Kuahi, em Oiapoque

A ação, que segue até o dia 06 de julho, está sendo promovida pela Justiça do Trabalho.

O senador Randolfe Rodrigues participou da abertura da Jornada Cidadã, na Aldeia Kuahi, em Oiapoque, neste fim de semana. A ação é uma realização da Justiça do Trabalho e contou com o apoio de vários parceiros. Os povos tradicionais que vivem que na região terão acesso a serviços de cidadania, como a emissão de documentos.

A Jornada Cidadã, que segue até o dia 06 e julho, também será levada para a Aldeia Kumarumã. A cerimônia contou ainda com a participação do presidente do TST, ministro Lélio Bentes. Em seu discurso, o ministro, muito emocionado, agradeceu a receptividade e acolhida dos indígenas com todos os participantes da caravana.

“Um povo lutador que resistiu à violência, à escravidão, à destruição cultural. Esse momento caracteriza muito mais que uma visita, nós não estamos de passagem, a Justiça do Trabalho estará sempre presente na defesa dos direitos dos povos indígenas”, afirmou o presidente do TST.

O senador Randolfe lembrou que a diversidade e mistura das etnias que vivem no Amapá, foi a forma que os povos originários encontraram para resistir. “A nossa linda mistura de etnias, Karipunas, Galibis, Palikur, Galibi Marworno, Wajãpi, foi o meio de resistir, sobreviver e chegar até aqui. Misturaram-se como uma reação à ocupação européia para manter a identidade cultural. O jeito de ser do povo daqui é essa mistura!”, disse o senador.

Randolfe Rodrigues ainda agradeceu ao ministro e todos os demais apoiadores pela realização da jornada. “É lindo ver tantas pessoas unidas em defesa dos nossos povos originários e levando assistência e cidadania à eles. Estaremos sempre ao lado daqueles que lutam pela vida indígena e pela defesa de suas terras”, completou.

Jornada Cidadã

A Jornada Cidadã do TRT-8 conta com a parceria do Exército, Governo do Amapá, Secretaria dos Povos Indígenas, Tribunal de Justiça do Amapá, Ministério Público do Estado do Amapá, Defensoria Pública do Estado do Amapá, Fundação Marabaixo, Prefeitura de Oiapoque, SuperFácil, INSS, Tribunal Regional Eleitoral do Amapá, Unifap, Ministério Público do Trabalho, Ministério Público Federal, Justiça Federal, Distrito Sanitário Especial Indígena (DISEI)/Fiocruz, Fundação Nacional dos Povos Indígenas (Funai), Secretaria de Cultura do Estado do Amapá, Defensoria Pública da União, Sebrae e Instituto de Pesquisa e Formação Indígena (Iepé).