Cultura

Sambódromo passa por vistoria para definir estratégias de segurança nos desfiles das escolas de samba do Amapá

Equipes do Governo do Amapá estiveram, nesta segunda-feira, 22, em vistoria no Sambódromo de Macapá, para debater o planejamento das estratégias de segurança que serão implantadas durante os desfiles das escolas de samba, nos dias 9 e 10 de fevereiro. A visita técnica contou com representantes dos órgãos de defesa, da comissão de carnaval do Estado e da Liga Independente das Escolas de Samba do Amapá (Liesap).

Segundo a secretária de Estado da Cultura e membro da comissão, Clícia Vieira Di Miceli, a iniciativa teve objetivo de pensar quais as ações que serão realizadas para garantir o bem-estar da população no período do evento, tanto para o brincante das 10 agremiações carnavalescas que vão passar pela avenida Ivaldo Veras, quanto o que vai apreciar e acompanhar nas arquibancadas. Além dos trabalhadores que estarão presentes.

Foto: Maksuel Martins/GEA

“É importante delimitar a área para os empreendedores, parte importante da atividade econômica, motivada por esse evento tão significativo no calendário amapaense, que é o Carnaval. Então estamos procurando mapear todo o espaço, organizar da melhor maneira para receber a população e todos que vão participar deste grande evento com total segurança e tranquilidade”, destacou a secretária Clícia Vieira Di Miceli.

Pelas forças de segurança, participaram da visita membros da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e do Gabinete de Segurança Institucional (GSI). O coronel Marcelo Campos, coordenador do gabinete de Gestão Integrada da Secretaria de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), acredita que iniciativas como essa, de reconhecimento do local, ajudam a congregar o trabalho de diferentes instituições para benefício da população.

Foto: Maksuel Martins/GEA

“Estão presentes aqui representantes da Polícia Militar, planejando o emprego do efetivo e de que forma ele vai trabalhar, se por meio de viaturas ou a pé, o Corpo de Bombeiros, verificando a segurança das instalações e a questão de vias de acesso. Então todas essas instituições se juntam à mesa para verificar o que a gente pode fazer em conjunto na segurança pública como um todo. Fazendo um trabalho de maneira eficiente, com os recursos que a gente dispõe, para que a população se divirta da melhor maneira”, disse o coronel Marcelo.

Representando as escolas de samba, principais atrações dos dois dias de folia, o presidente da Liesap, Jocildo Lemos, também discutiu a delimitação e o uso dos espaços a serem utilizados dentro e no entorno do Sambódromo. Segundo o dirigente, diálogos como os realizados durante a vistoria são fundamentais para a entrega de um espetáculo com a melhor qualidade possível.

Foto: Maksuel Martins/GEA

“Estamos fazendo todo esse trabalho de ordenamento para dar a garantia de que vai ter desfile, vai ter a apresentação das escolas, mas vai ter sobretudo segurança. Nós temos um planejamento, temos um calendário e nós vamos cumprir, em função disso que estamos fazendo esse trabalho no dia a dia. Então essa reestruturação vai convergir para os dias 5, 6 e 7 de fevereiro, que são os dias do ensaio técnico, depois 9 e 10, que é o desfile das escolas, e depois no dia 14, a apuração do resultado”, explicou o presidente.

Obras e reparos

A iniciativa do encontro também serviu para verificar o andamento das obras de revitalização que estão sendo realizadas pela Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinf) no Sambódromo de Macapá, na Zona Sul da capital, com execução de serviços como reparos no sistema elétrico e hidráulico, reforma de banheiros, pintura de muretas e limpeza, além da instalação de parapeito e impermeabilizadores, que vão assegurar maior vida útil ao prédio.

Foto: Maksuel Martins/GEA

A previsão de conclusão dos trabalhos, programada para até o dia 2 de fevereiro, vai garantir estrutura adequada e segura ao público não só para os desfiles de carnaval, como também para programações durante o ano no local, como o desfile militar de 7 de setembro.

 

Com informações de Luan Rodrigues