Política

Randolfe faz representação à ANAC e à AGU contra empresa que gerencia aeroporto de Macapá

Nesta segunda-feira (15), o senador Randolfe Rodrigues anunciou que fará representação junto à Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) e Advocacia Geral da Uniao (AGU) para responsabilizar a empresa que gerencia o Aeroporto Internacional de Macapá pelas condições críticas do local e os sucessivos cancelamentos de voos.

Na madrugada de hoje (15), o voo da LATAM N° 3769 com destino a Brasília foi remarcado, e um outro voo da Azul foi cancelado. O senador, que embarcaria no voo às 3h30, estava ainda no aeroporto às 7h30 na expectativa de embarcar parar compromissos em Brasília. “É um absurdo o que tem acontecido no Amapá. A grande maioria das pessoas que utilizam da aviação aqui por necessidade, inclusive muitos precisam por motivo de saúde, imagina o transtorno que essas mudanças causam?”, contou.

A imprensa local tem divulgado cancelamentos e atrasos nos últimos dias, segundo o parlamentar a denúncia que é sobre a falta de um equipamento necessário para a navegação dos aviões em condições de baixa visibilidade.

Randolfe levantou a questão das deficiências do aeroporto. “Sempre que venho aqui as centrais de ar estão desligadas, as escadas rolantes e elevadores não funcionam, além da iluminação ser precária”, disse.

O senador ainda lembrou que a concessão já vem apresentando “vícios de origem, no sentido de ter sido a única, até o momento, a ter quitado parte de sua outorga inicial com precatórios”, concluiu o senador