Cidades

Projeto na área socioambiental do SENAI é aprovado em edital do Programa Petrobras

Projeto organizado pelos Departamentos Regionais do SENAI do Amapá, Maranhão e Pará e o Departamento Nacional para a promoção de bioeconomia na Amazônia Legal é aprovado no 1º edital da Seleção Pública 2023 de Projetos socioambientais não incentivados da Petrobrás.

O projeto “Fortalecimento das cadeias produtivas do AP, MA e PA para a promoção da bioeconomia da Amazônia Legal” comprometido com os aspectos ambientais, sociais e de governança (ASG) abrange as comunidades dos três estados da Amazônia Legal.

Visa o fortalecimento das atividades produtivas em territórios nas áreas de interesse da Petrobras, por meio da transferência de tecnologias, desenvolvimento de competências profissionais e empreendedorismo para geração de trabalho e renda nas comunidades atendidas.

A iniciativa tem o foco voltado para a linha de atuação do Desenvolvimento Econômico Sustentável, para a capacitação profissional e ecologicamente sustentável, além de melhorar a qualidade de vida da população alcançada.

A abrangência do projeto prevê as comunidades tradicionais, povos indígenas, pessoas com deficiência, pessoas LGBTQIA+, mulheres, crianças e pessoas negras do Amapá, Maranhão e Pará. Elas serão contempladas com oficinas tecnológicas, cursos, desenvolvimento de projetos e workshops sobre desenvolvimento ambiental, além de atividades pedagógicas a cada ciclo de execução do projeto.

Atuação no Amapá

O projeto no AP será realizado no município de Oiapoque em parceria com a Associação Na’na Kali’na que representa o povo indígena Galibi Kali’na e os associados dos povos indígenas Karipuna, Galibi Marworno e Palikur que residem na terra indígena Galibi.

Para o gerente executivo de Operações do SESI/SENAI Amapá, Julio Zorzal, a aprovação no edital é de extrema importância. “Em meio a mais de 400 projetos nacionais enviados para a Petrobras, nós alcançamos essa conquista. Esse momento é marcante e vem se somar ao esforço que o SENAI tem feito junto à sociedade durante toda a sua trajetória para a promoção da bioeconomia local com foco em projetos ASG”, declarou.

Programa Petrobras Socioambiental 

Foto: Divulgação

 O Programa tem o objetivo de fomentar o desenvolvimento de novas parcerias, fortalecer vínculos e gerar benefícios mútuos, oportunizando o respeito aos direitos sociais, ambientais, territoriais e culturais das comunidades e populações locais, bem como gerar resultados positivos em temas socioambientais relevantes para o negócio e para a sociedade.

O Projeto aprovado terá a duração de 36 meses e está de acordo com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) números 04 e 08, estabelecidos pela Organização das Nações Unidas.

Os 17 ODS compõem uma agenda mundial para a construção e implementação de políticas públicas que visam eliminar a pobreza extrema e a fome, oferecer educação de qualidade para todos, proteger o planeta e promover sociedades pacíficas e inclusivas até 2030.

 

 

Com informações Ascom Sesi/Senai AP