Cidades

Prefeito Furlan anuncia edital de chamada pública para credenciar empresas de ônibus

Na manhã desta segunda-feira, 14, a Prefeitura de Macapá anunciou o lançamento do edital de chamada pública para credenciamento de empresas que prestarão serviços de transporte coletivo na capital. Durante a coletiva, o Prefeito, Antônio Furlan, explicou que não se trata de uma nova licitação, mas uma medida para completar a frota dos ônibus que hoje não são suficientes para atender os usuários.

Foto: Click Comunicação

“Nós já lançamos dois editais de licitação, o primeiro foi barrado, o segundo aconteceu. Infelizmente as empresas vencedoras não tiveram como comprovar sua capacidade técnica através de certidões e hoje temos um efetivo reduzido de ônibus”, disse o prefeito.

Pela proposta serão selecionadas empresas para uma prestação de serviço em um prazo de dois anos, até que seja resolvido o processo da licitação, que hoje está na justiça.

Durante a coletiva, foi feito o anuncio do repasse do subsídio no valor de mais de 600 mil reais para pagamento de salários dos rodoviários. A medida é uma recomendação do Ministério Público Estadual.

O representante do sindicato dos trabalhadores rodoviários, que esteve no evento, disse que hoje as quatro empresas de ônibus que atendem a capital, estão apenas om 49 veículos circulando em toda cidade. Ele disse ainda, que são ônibus sem condições e que os rodoviários vivem hoje uma vida análoga à escravidão, relatou o presidente Cristiano Souza.

Em nota, o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Amapá (Setap) anunciou que vai fazer representação junto ao Ministério Público Estadual contra o prefeito de Macapá, por atuar junto com outros agentes públicos para favorecer, sem licitação, a entrada de empresas para exploração do serviço.