Cidades

Praça Alameda Serrano sofre com pichações quatro meses depois da inauguração

O custo de quase 600 mil reais para reforma da Praça Alameda Serrano, no centro de Macapá, parecer não importar para os vândalos. O espaço entregue pela Prefeitura no mês de abril, foi pichado na noite desta quinta-feira, 24. Três jovens foram flagrados por uma equipe do 6º Batalhão da Policia Militar praticando a ação contra o patrimônio público.

Foto: reprodução internet

Lojistas que moram no entorno da praça lamentam pelo espaço tão bonito e com paisagismo diferente, estar sendo utilizado para a prática de ilícitos e sofrendo ação de vandalismo. A Ivanete Silva, que mora na alameda, relata que tem sido constante os ataques de vândalos.

Foto: Moradora Ivanete Silva/ Click Comunicação

“Outra noite eu estava aqui nos altos da loja e vi um homem pulando em cima do chafariz, e eu educadamente falei pro moço não fazer isso, e ele simplesmente continuou fazendo e saiu me xingando” disse ela.

Para a Ivanete, falta mais monitoramento para evitar a depredação do local e para garantir a segurança de quem reside na área, já que muitas pessoas têm usado o espaço para a prática de ilícitos, “as pessoas vêm aqui destruir, isso não é justo”.

Foto: Click Comunicação

Os infratores flagrados com material de pintura, admitiram que estavam pichando a praça e foram encaminhados ao Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp), do bairro Pacoval. Segundo a PM, um deles já tem passagem pela polícia pelo mesmo crime de dano ao patrimônio público.

Foto: Click Comunicação

CRIME: No Brasil, a pichação é considerada vandalismo e crime ambiental, nos termos do artigo 65 da Lei 9.605/98 (Lei dos Crimes Ambientais), que estipula pena de detenção de 03 meses a 01 ano, e multa, para quem pichar, grafitar ou por qualquer meio conspurcar edificação ou monumento urbano.