Segurança

Polícia Civil prende casal que ostentava vida de luxo com dinheiro de golpes

A Polícia Civil do Amapá, por meio da 6ª Delegacia de Polícia da Capital, cumpriu dois mandados de prisão preventiva contra um homem e uma mulher. O casal possui mais de 20 boletins de ocorrências no país, em razão da prática de diversos estelionatos e outros delitos.

Segundo a Delegada Joseane Carvalho, que preside dois inquéritos policiais em face desse casal, durante a investigação policial, restou comprovado que foram realizadas compras de passagens aéreas, inclusive, para o exterior, usando cartão de crédito de uma terceira pessoa, poucos dias antes da viagem. Em seguida, a compra era estornada perante a operadora de cartão, deixando a empresa vendedora no prejuízo. Em um dos casos, o prejuízo foi de quase R$ 14 mil.

Na outra investigação policial, o casal alugou, em nome de terceiro, um veículo (Mitsubishi L200) em uma empresa locadora, em Macapá, cujo contrato possuía cláusula de proibição de saída do estado. Porém, eles se deslocaram ao Estado do Maranhão, onde houve a primeira apreensão do veículo, sendo, em seguida, liberado pela polícia. O casal seguiu no veículo para o Mato Grosso do Sul, onde foi preso em flagrante na divisa do país com a Bolívia. O veículo foi apreendido e restituído à empresa proprietária. O prejuízo dessa ação criminosa, incluindo multas do veículo foi de R$ 19 mil, havendo suspeita de que o veículo seria vendido no país vizinho.

“Diferente do que pensam alguns estelionatários, o estelionato possui reprimenda legal e o combate também ao esse tipo de delito é constantemente realizado pela Polícia Civil. Esse casal viajava, curtia e postava fotos em suas redes sociais demonstrando ter uma vida luxuosa. Porém, eles praticaram diversos estelionatos para ostentar essa vida e, agora, estão presos e serão responsabilizados criminalmente pelos seus atos. Além disso, há suspeita de que o casal se vale também, de uma igreja, para, possivelmente, obter dinheiro de fiéis e sustentar padrão de vida que levam”, ressaltou a delegada.

Os inquéritos policiais foram concluídos e serão encaminhados à Justiça para responsabilização dos infratores. O casal preso será apresentado em audiência de custódia.

Com informações Ascom PC/AP