Segurança

Polícia Civil evita execução de jovem condenado por “tribunal do crime” no Jari e apreende drogas

Uma equipe da Delegacia de Polícia Civil do Município de Laranjal do Jari conseguiu evitar que um jovem fosse executado por três criminosos pertencentes a uma facção criminosa.

Pela investigação, o motivo pelo qual decidiram matar a vítima seria o fato dele ter traído a organização à qual pertencia, delatando os distribuidores de drogas do Vale do Jari.

Um dos suspeitos foi preso em flagrante pela prática dos crimes de dano, invasão de domicílio, por integrar grupo criminoso, associação para o tráfico de drogas e corrupção de menores.

Foto: delegado Romie Bradley – Ascom PC/AP

De acordo com o delegado Romie Bradley, “Nossos agentes interceptaram o exato momento em que esse assassinato seria consumado. Os envolvidos empreenderam fuga do local. Um deles saiu de moto, mas a ação foi infrutífera, e os policiais lograram êxito na abordagem e prisão do suspeito, que confessou à equipe que depois que executassem a vítima, eles iriam resgatar uma quantidade de entorpecente que estava escondida nas intermediações”, disse a autoridade policial.

A polícia ainda conseguiu apreender várias porções grandes de maconha. O produto, que estava preparado para ser comercializado, foi encontrado enterrado em uma área de difícil acesso, com vegetação típica de igapó.

Foto: Ascom PC/AP

O delegado ressaltou, ainda, que a polícia chegou ao local após levantamentos e monitoramento, contando com ajuda da população.