Municípios

Pedra Branca do Amapari realiza a primeira colheita da safra de soja do município

No sábado, 19, Pedra Branca do Amapari iniciou a primeira colheita de soja do município, em uma área de 165 hectares de plantação. Marcando a história da agroindústria na região Centro-Oeste do estado, o Dia de Campo contou com a presença do governador do Amapá, Clécio Luís, equipe de governo, empresários, políticos e produtores rurais.

“Viemos semear o que está plantado. O Governo apoia a atividade econômica produtiva sustentável que gera emprego, renda, divisas, negócios, que gera dignidade, desde a agricultura familiar que coloca o alimento na nossa mesa até o grande produtor que exporta nossos produtos. É assim que vamos, todos juntos, melhorar a nossa economia, com respeito às leis ambientais e com respeito a quem vive na Amazônia”, afirmou o governador Clécio Luís.

Foto: Netto Lacerda/GEA

A colheita aconteceu em uma das três fazendas do grupo Agromix, que também possui produção em Porto Grande e Tartarugalzinho. Além de soja e milho, a empresa investe na piscicultura, criação de bubalinos, bovinos e suínos, e recentemente passou a trabalhar com bovinos puros da raça Nelore.

“Que a Perimetral Norte seja o novo pólo indutor do desenvolvimento. Em breve queremos implementar uma fábrica de ração para beneficiar a soja e o milho produzidos aqui e investir no mercado local, assim como exportar. Esse é o Amapá que sonhamos. Que seja a primeira colheita de muita fartura e que possamos inspirar outros produtores, dando uma nova vocação para esse município”, declarou o deputado estadual Júnior Favacho, um dos sócios do grupo Agromix, que reúne 600 colaboradores.

No local, os visitantes conheceram a primeira safra colhida, assim como os equipamentos modernos utilizados na produção do grão, como tratores, colheitadeiras e pulverizadores. A programação serviu para mostrar o potencial econômico da região.

“Estamos de portas abertas para quem trabalha com o agro, porque Pedra Branca tem um potencial gigante. Nosso sonho é ver o desenvolvimento, a geração de emprego, ver o nosso Amapá crescendo cada vez mais por meio da agricultura. É um momento para comemorar. Que o município possa ser reconhecido não só pela mineração, mas também pela agricultura, pelo setor madeireiro, pelo turismo”, discursou a prefeita de Pedra Branca do Amapari, Beth Pelaes.

Desenvolvimento econômico

Foto: Netto Lacerda/GEA

Em setembro, o estado terá o retorno da maior feira de negócios do estado: a 52ª edição da Expofeira Agropecuária do Amapá, no Parque de Exposições da Fazendinha, em Macapá. A programação, além de respeitar a história e gerar entretenimento, será um local para fazer negócios, compartilhar tecnologias, buscar capacitações.

O Governo, que aguarda 700 mil visitantes de 29 de setembro a 8 de outubro, considera a Expofeira uma vitrine para mostrar ao mundo o que a agroindústria do Amapá tem de melhor.

 

 

Com informações de Fabiana Figueiredo