Cidades

Novo sistema de abastecimento da Fazendinha entra em operação

Após 180 dias de trabalho, a nova unidade ganha mais segurança operacional e melhorias que impactam o fornecimento de água para a comunidade. 

 A Concessionária de Saneamento do Amapá (CSA) concluiu as obras de reforma, reabilitação e modernização do sistema de abastecimento que atende ao bairro da Fazendinha, na zona sul de Macapá. A nova unidade já está em operação e ganha segurança operacional e melhorias que impactam o fornecimento de água da comunidade.  

Atualmente, cerca de 500 famílias são atendidas pelo sistema de abastecimento da CSA no bairro. A unidade de tratamento e distribuição de água sofria com intercorrências relacionadas à estrutura. Foram 180 dias de trabalho e investimentos de mais de R$ 500 mil. O reservatório de água que atendia com a capacidade de 80 mil litros em razão de trincas existentes, passa agora a atender com 140 mil litros. 

 A estação é abastecida de maneira isolada, ou seja, conta com poços tubulares profundos. A água desses poços passa por todo o processo de tratamento antes de ser distribuída. Durante os trabalhos na área, a CSA mantém um reservatório provisório que não impactou no atendimento dos clientes da região.  

“Intensificamos os trabalhos e em 180 dias entregamos a nova unidade completamente reformada. É parte da nossa missão atuar com eficiência para levar melhorias nos sistemas que atendem ao Amapá. O trabalho continua, sabemos que temos muito a executar”, destaca Luany Barbosa, Técnica de Fiscalização da CSA. 

Além das obras estruturais, a reforma contempla a urbanização do entorno, em uma área de mais de 5 mil metros quadrados.  

“Esperamos muito por isso aqui na comunidade. Melhorias na nossa água. Eu trabalho do lado da unidade e ela reformada, brilhou. Que venham novas conquistas”, diz Luiz Mota, morador da Fazendinha há 30 anos.  

Mais investimentos  

A CSA está com obras em execução em diversos municípios e na capital. Os investimentos iniciais são destinados a reabilitar e modernizar todo o sistema de água recebido com a concessão dos serviços no Amapá. Já foram mais de R$100 milhões investidos no primeiro ano de serviços em obras de grande porte como a Captação de Água do Rio Amazonas e a Estação de Tratamento de Água de Macapá (ETAM).

Foto: CSA

Com informações de Marcelle Nunes