Cidades

Novo procurador de justiça do Ministério Público do Amapá é empossado

Alcino Oliveira de Moraes foi empossado como procurador de justiça, na noite de sexta-feira (10), na Procuradoria-geral de Justiça, e passa a integrar o Colégio de Procuradores de Justiça do Ministério Público do Amapá (MP-AP).

Na sessão solene, conduzida pela presidente do Colegiado e procuradora-geral de justiça, Ivana Cei, também foi realizada a condecoração de autoridades agraciadas com o “Grão Colar do Mérito do MP-AP”, pela contribuição, aprimoramento e fortalecimento do Ministério Público em benefício da sociedade, na forma da Resolução nº 006/2022, do Conselho Superior da instituição.

Compuseram o dispositivo de honra com a PGJ, o corregedor nacional do Ministério Público, conselheiro Oswaldo D’Albuquerque; presidente do Tribunal de Justiça do Amapá (Tjap), desembargador Rommel Araújo; corregedor-geral do MP-AP, Jair Quintas; e o presidente da Associação dos Membros do Ministério Público (Conamp), Manoel Murrieta.

O procurador de justiça Alcino Moraes iniciou seu discurso como integrante do Colégio de Procuradores dizendo não ter palavras para expressar o sentimento daquele momento. Ele agradeceu aos membros e servidores que o auxiliaram na carreira de promotor de justiça e afirmou aos integrantes do Colegiado que terá uma atuação firme e transparente.

“É uma satisfação compor o mais alto grau da nossa instituição e estarei, evidentemente, junto com vossas excelências para continuar desempenhando o papel que nos cabe.

Estarei sempre atento e à disposição e continuarei sendo o mesmo: franco, direto e honesto. Agradeço a presença de todos neste momento ímpar da minha vida”, manifestou Alcino Moraes.

Ordem do Mérito

Foram agraciados com grau máximo da horaria, recebendo o Grão Colar do Mérito do Ministério Público do Amapá, o corregedor nacional, Oswaldo D’Albuquerque, e o presidente da Conamp, Manoel Murrieta, bem como todos os integrantes do Colégio de Procuradores de Justiça, à exceção da PGJ e da decana, procuradora de justiça Clara Banha, que já haviam recebido a comenda e fizeram a entrega do “Grão Colar” aos homenageados.

Receberam a comenda os procuradores de justiça: Jair Quintas; Socorro Milhomem Moro; Judith Teles; Nicolau Crispino; Estela Sá; Maricélia Campelo; e Alcino Moraes.

O corregedor nacional do MP disse estar grato pela recepção e falou da emoção, alegria e gratidão que estava sentindo pela generosidade do MP-AP e do povo amapaense .

“Os integrantes do MP do Amapá são vocês, membros e servidores, vocês que fazem a nossa instituição sob o farol luminoso da liderança de Ivana Cei, e tenho certeza que assim será sob a liderança do futuro PGJ Paulo Celso, porque vocês são um Ministério Público que trabalha baseado no princípio da unidade institucional, isso fortalece o corpo institucional e garante a defesa da integridade social. Este momento guardarei com muito amor e muito carinho. Obrigado ao Ministério Público do Amapá e ao povo amapaense, vocês são luz para o MP e a sociedade brasileira”, agradeceu Oswaldo D’Albuquerque.

A PGJ parabenizou o novo integrante do Colégio de Procuradores de Justiça e deu boas-vindas neste novo ciclo que inicia no segundo grau. Expressou os agradecimentos às autoridades estaduais presentes e em especial à família do empossado e aos membros da Corregedoria Nacional, bem como aos membros e servidores do MPAP.

Foto: MP

“O grão colar é o mérito maior do MP amapaense. Ele é dado para as personalidades que fizeram a diferença, tanto para o MP do Estado quanto para o MP brasileiro. Nós temos como agraciados nosso Colégio de Procuradores que está há 31 anos fazendo nosso caminho, pavimentando nossa estrada e construindo um MP forte. Como também temos as máximas autoridades nacionais reconhecidamente na representação e defesa do Ministério Público brasileiro, o doutor Oswaldo d’Albuquerque, corregedor nacional, e o presidente da Conamp, Manoel Murrieta, como também dois outros agraciados que não puderam comparecer, o conselheiro do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), Rinaldo Reis, e o presidente da Associação dos Membros do MP-AP (Ampap), José Barreto. Me sinto honrada por poder, na minha gestão como procuradora-geral de justiça, homenagear vocês. Muito obrigada a todos pelo trabalho honroso pela instituição Ministério Público do Amapá e     MP brasileiro”, destacou Ivana Cei.

Texto: Gilvana Santos