Geral

Mulheres vítimas de violência doméstica recebem qualificação profissional em Macapá

Ao todo, 25 acolhidas pelo Camuf participam do curso de assistente administrativo. Objetivo é estimular a inserção no mercado de trabalho e incentivar a independência financeira.

Iniciou na terça-feira, dia 16, o curso de assistente administrativo para 25 vítimas de violência doméstica acolhidas pelo Centro de Atendimento à Mulher e a Família (Camuf). A capacitação acontece em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e Secretaria de Estado de Políticas para Mulheres (SEPM).

Foto: Deco de França

O objetivo é aumentar as possibilidades dessas mulheres conquistarem um espaço no mercado de trabalho, pois a situação de dependência financeira muitas vezes é o que impede a mulher de sair do ciclo de violência doméstica.

De acordo com a secretária da Mulher, Adrianna Ramos, essa é primeira etapa de um projeto que busca ampliar o número de beneficiadas com mais oportunidades de qualificação, para que elas possam ajudar no sustento das famílias.

Secretária da Mulher, Adrianna Ramos

“Nós pretendemos investir mais em qualificação profissional para nossas acolhidas, ainda estamos buscando parcerias para outros cursos como Operadora de Caixa e Recursos Humanos fazendo com que, mais mulheres possam sair do ciclo da violência”, afirmou a gestora.

O Camuf Macapá é vinculado à SEPM. Para a coordenadora do Centro, Marinalva Lima da Silva, muitas mulheres que vivenciam o contexto de violência doméstica têm dificuldade de acesso ao mercado de trabalho por não ter renda e depender financeiramente do companheiro.

“A gente pensou na qualificação para o mercado de trabalho, porque capacitada a mulher tem mais chances de mudar de vida,” afirmou a coordenadora.

Qualificação

Com duração de dois meses, o curso acontece de forma híbrida, sendo 80% em ambiente on-line e 20% de forma presencial, com 250 horas de duração e direito a certificação. São duas turmas de qualificação.

Uma das beneficiadas é a acolhida Paola Silva (nome fictício), de 55 anos. Após viver um relacionamento abusivo de 22 anos, ela recebe os atendimentos do Centro.

“Agora que vim para o Camuf, estou me sentindo muito melhor, aumentou minha autoestima, porque eu achava que, pela minha idade, eu não tinha condições de recomeçar a vida. As pessoas acham que apenas os jovens podem recomeçar e nós temos o direito de mudar sempre que pudermos”, frisou a acolhida.

Foto: Alice Palmerim

Camuf

É um órgão especializado para acolher as vítimas de violência física, psicológica, de gênero, doméstica, sexual, moral e patrimonial. De janeiro a março deste ano, as unidades do centro em Macapá e Santana realizaram 1.259 atendimentos.

Foto: Deco de França

O local também tem o objetivo de inserir a mulher no mercado de trabalho a partir de capacitações e atividades que desenvolvam o resgate da autoestima. O endereço do Camuf Macapá é Rua São José, 1570. Centro.

 

Com informações de Alice Palmerim