Saúde

Instrutores do SENAI Amapá são treinados para prestar primeiros socorros

Capacitar o quadro de instrutores para prestar primeiros socorros, quando e se necessário. Foi com esse objetivo que a equipe do Centro de Treinamento do Núcleo de Educação em Urgências (NEU) do SAMU esteve na unidade do SENAI Amapá para realizar treinamento do Programa Atendimento Pré-hospitalar nas Escolas.

No curso, ministrado em 8 horas, os profissionais da instituição de ensino foram instruídos a identificar e agir preventivamente em situações de emergências e urgências médicas, e intervir no socorro imediato da vítima, até que seja acionado o suporte médico especializado.

O instrutor do SENAI na área de Gestão, Cristiano Costa, disse que vai levar para a vida tudo o que aprendeu. “Nos deparamos com pessoas que passam mal em estabelecimentos públicos ou até com acidentes de trânsito e na maioria das vezes não sabemos como agir. Quando acontece alguma situação de emergência, na sala de aula, o primeiro impulso é o de socorrer o aluno. Depois de adquirir conhecimento técnico, tenho mais segurança de fazer os procedimentos”, comentou.

A instrutora Jane Palmerim também destacou a importância de aprender as técnicas, incluindo como agir para acalmar a vítima. “Para nós que lidamos com situações em que podem ocorrer inúmeros acidentes, essas orientações são muito importantes”, pontuou.

A ação, conduzida pelo Núcleo de Educação do SAMU, aconteceu para atender o que determina a Lei Lucas, nº 13.722/2018, que institui a obrigatoriedade de escolas capacitarem seu corpo docente e equipes de suporte em noções básicas de saúde.

“Repassamos técnicas de reanimação cardiorrespiratória, engasgo, convulsão, afogamento, choque elétrico, fraturas e atendimentos simples que podem ser feitos para salvar vidas. Depois de certificados, os participantes estão aptos para fazer o atendimento pré-hospitalar”, concluiu o representante do NEU, Márcio Gonçalves.

 

 

Com informações do Sesi/Senai