Educação

Inscrições em cursos profissionais e tecnológicos para alunos da rede pública encerram na sexta-feira, 24

O Governo do Amapá prorrogou até o dia 24 de fevereiro as inscrições para preencher 210 vagas em cursos de formação profissional e tecnológica para estudantes da 2ª série do ensino médio. Para se inscrever, basta acessar o site escolapublica.ap.gov.br e informar os documentos necessários.

São 35 vagas por turma disponíveis para as capacitações que vão ocorrer nos Centros de Educação Profissional do Amapá, no turno da manhã.

Confira o edital do processo seletivo AQUI.

Foto: Arquivo SEED

Entre os cursos disponíveis, estão:

  • Agente de combate às endemias – Centro Graziela Reis de Souza
  • Assistente de Pessoal – Centro de Ensino Profissionalizante do Amapá (Cepajob)
  • Francês Básico – Centro de Cultura e Língua Francesa Danielle Mitterrand
  • Francês Básico – Centro Cultural Franco-Amapaense
  • Assistente de Desenhista – Centro de Educação Profissional em Artes Visuais Cândido Portinari
  • Músico intérprete de instrumentista / violão – Centro de Educação Profissional Walkíria Lima

Confirmação das matrículas

Com a prorrogação do prazo de inscrições, o resultado será divulgado no dia 27 de fevereiro. Os responsáveis pelos estudos estudantes pré-matriculados têm o período de 28 de fevereiro a 2 de Março para efetivar a matrícula, com a entrega presencial da documentação no centro profissional onde a vaga foi obtida.

O horário de atendimento será das 8h às 11h e das 14h às 17h e os documentos necessários para a matrícula são:

  • Uma foto 3×4;
  • Documento de identidade (RG);
  • CPF;
  • Comprovante de endereço atualizado;
  • Comprovante de matrícula ou declaração escolar informando que o aluno está regularmente matriculado na 2ª série do ensino médio da rede estadual de ensino;
  • Se cotista afrodescendentes: autodeclarado;
  • Se cotista PNE: Laudo médico especificando a deficiência;
  • Se cotista indígena: declaração da Funai com atestado de etnia;
  • Um classificador transparente.

 

Texto: João Marcos Chaves