Educação

IFAP realiza inscrições para Processo Seletivo Próprio para indígenas e quilombolas pelo SiSU até 27 de fevereiro

O ingresso nos cursos superiores do Ifap, neste primeiro semestre de 2023 pelo Sistema de Seleção Unificado (SiSU 2023), é o primeiro da história da instituição a contar com um edital exclusivo para ingresso de candidatos indígenas (5 vagas) e quilombolas (1 vaga) através o Processo Seletivo Próprio para Indígenas e Quilombolas (PSP2023) do Curso de Tecnologia em Gestão Comercial no Campus Avançado Oiapoque.

Consulte o Edital do Processo Seletivo Próprio para indígenas e quilombolas (PSP)

De acordo com a reitora do Ifap, Marialva Almeida, “a oferta dessas seis vagas destinadas aos indígenas e quilombolas do Amapá e do norte do Pará, é uma conquista histórica desses povos que há muito a reivindicam. O Ifap tem enorme orgulho de poder ter recebido essa demanda e ter articulado sua viabilização principalmente pelo contexto de ataque aos povos indígenas e desmonte de sua rede de apoio que presenciamos nos últimos 4 anos”.

Para estar apto a concorrer a uma das vagas, os candidatos devem realizar gratuitamente sua inscrição até o dia 27 de fevereiro clicando aqui. É necessário também atender aos critérios do edital com destaque para a necessidade de comprovação de pertencimento étnico e a participação no  Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2022.

De acordo com o pró-reitor de ensino do Ifap, Victor Hugo Sales, “é um dos mais nobres preceitos de nossa Constituição Federal de 1988, estabelecer a educação como um direito de todos. Transformar isso em uma realidade concreta é um enorme desafio para as instituições de ensino, principalmente na Amazônia, região de proporções continentais. Esse cenário todo, torna a conquista do PSP ainda mais importante para indígenas, quilombolas e para toda a comunidade do Ifap”.

Já para o pró-reitor de extensão, pesquisa, pós-graduação e inovação, Romaro Silva, “durante muitos anos os povos originários viveram às margens do acesso ao ensino público, gratuito e de qualidade no Brasil. Pensar o processo de interiorização a democratização do ensino passa também por pensar metodologias diferenciadas para o ingresso dos alunos em nossas instituições, assim, o Ifap, ao adotar tais medidas, evidencia sua política de inclusão e cumpre os preceitos básicos previstos na legislação. Este é um importante passo para o acesso, a permanência e o êxito das comunidades originárias e tradicionais em nossos campi.

Foto: Divulgação IFAP

O curso

O curso em Tecnologia de Gestão Comercial do Ifap em Oiapoque é o primeiro curso superior da instituição no município. Sua criação foi aprovada em 2021 e teve seu primeiro processo seletivo no ano de 2022.

Tem como objetivo a formação de profissionais capazes de atuar no gerenciamento de empreendimentos comerciais, garantindo o suporte operacional e tomadas de decisões das organizações do município de Oiapoque e dos demais municípios brasileiros, de modo a contribuir para o abastecimento de produtos e na prestação de serviços das mais diversas naturezas.

O profissional egresso do curso exercerá competências relativas à consciência e criticidade cidadã e estará habilitado a se inserir no mercado de trabalho, sendo capaz de realizar as funções de suporte de administração empresarial e assistente comercial.

 

Com informações da Diretoria de Comunicação IFAP – Dicom