Política

Homenagens e atualização do Código Amapaense da Mulher marcam sessão solene na Alap

Para celebrar o Dia Internacional da Mulher, comemorado em 8 de março, a Assembleia Legislativa do Amapá (Alap) realizou uma sessão solene na manhã desta quarta-feira (6).

A solenidade reuniu mulheres de diversas instituições do Estado, como Ministério Público, OAB, Tribunal de Justiça, Secretaria de Saúde e Defensoria Pública, contando ainda com a presença de deputados, além de autoridades de municípios do interior.

Durante a programação, foi feito a entrega do primeiro exemplar atualizado do Código Amapaense da Mulher (CAM) à juíza Marina Lustosa. O CAM fortalece a legislação amapaense relativa à proteção e defesa da mulher, consolidando as leis existentes em um único documento. Também ocorreu a entrega inédita do Prêmio Francisca Luzia da Silva – Mãe Luzia, cujo objetivo é premiar mulheres de destaque na sociedade amapaense.

A presidente da Assembleia Legislativa do Amapá, deputada Alliny Serrão falou da satisfação em receber as homenageadas.

“É com muita alegria que acolhemos essas mulheres empoderadas, autoridades e representantes da sociedade civil organizada do Amapá. A Assembleia Legislativa se honra em recebê-las em nosso plenário neste dia tão importante. O Dia Internacional da Mulher nos convida a uma profunda reflexão sobre o papel da mulher na sociedade, e nossa luta por igualdade precisa ser constante. Sejam bem-vindas e aproveitem as homenagens, todas muito merecidas”, disse a deputada.

Durante o evento, foi entregue a cada mulher um botton com a frase “Mulher – a força que transforma o Amapá”. De acordo com a peça, o botton usado por elas é uma exaltação às conquistas das mulheres amapaenses, tanto daquelas que nasceram aqui quanto das mulheres que vieram de outros lugares do Brasil.

Foto: Presidente Alliny Serrão e Promotora Ivana Cei / Ascom Alap

A promotora de Justiça, Ivana Lúcia Franco Cei, foi a primeira mulher a receber o prêmio de autoria da deputada Alliny Serrão, que será conferido anualmente pela Assembleia Legislativa a mulheres que se destaquem em suas atividades, nas mais diversas áreas, e representem a força, a determinação e o protagonismo feminino nas comemorações do Dia Internacional da Mulher.