Geral

Helicóptero desaparece com três pessoas a bordo em área de floresta no AP

A Secretaria de Saúde Indígena (Sesai), do Ministério da Saúde (MS), confirmou na tarde desta quinta-feira, 17, o desaparecimento de um helicóptero modelo colibri, pertencente à empresa Sagre, que foi contratada pelo Distrito Sanitário Especial Indígena (DSEI) Amapá/Norte do Pará para atuar em missões na região do Parque Montanhas do Tumucumaque.

A aeronave saiu da Terra Indígena Bona no Pará, localizado na aldeia Maritepu, por volta do meio dia desta quarta-feira,16, mas não chegou até Macapá por voltas das 14h, tempo estabelecido pelo plano de voo.

Segundo a secretaria, no helicóptero estavam três pessoas: o comandante Ten.Cel Josilei Gonçalves de Freitas; o mecânico Gabriel e o engenheiro da Fundação Nacional dos Povos Indígenas (Funai), José Francisco Vieira.

A Sesai e o Dsei Amapá e Norte do Pará informaram que estão colaborando na apuração do que possa ter acontecido com a aeronave, e que estão comprometidos na busca pelo helicóptero.