Saúde

Governo do Amapá repassa mais de R$ 2,7 milhões aos 16 municípios para enfrentamento ao surto gripal

O Governo do Amapá reuniu, nesta sexta-feira, 26, prefeitos e secretários de saúde dos 16 Municípios do Estado, para alinhar o repasse de pouco mais de 2 milhões e 700 mil reais para reforçar ações de enfrentamento ao surto de síndromes respiratórias agudas graves. Os valores serão repassados em duas parcelas e o montante para cada município é de acordo com o índice populacional.

Foto: Click Comunicação

Com esses recursos, as prefeituras irão poderão adquirir medicamentos, insumos, e até contratar mais profissionais nesse período emergencial.

Em Santana, 6 estratégias estão sendo utilizadas desde a ampliação do horário de atendimento das unidades de saúde, equipes de saúde da família estão na busca ativa de bairro a bairro, mutirões, além de ter um veículo especifico que vai nos bairros para atingir o público alvo que é de quase 13 mil crianças. Desse total, cerca de 73% já foi imunizado.

Com o repasse de recursos, o município de Santana pretende aumentar o número de equipes em campo para imunização. “a gente vai aproveitar para ampliar nessa metodologia para que  esse público seja vacinado,  fortalecendo  os indicadores de vacinados em Santana”, disse a secretária de Saúde do Município, Ithiara Madureira.

Desde que foi decretado situação de emergência na saúde do Amapá, no último dia 13 de maio, várias ações foram implementadas e o Governo passou a solicitar apoio do Ministério da Saúde. Um força-tarefa também foi feita para a entrega de novos leitos no hospital da criança e do adolescente (HCA), e esforços foram feitos para aumenta as estatísticas da cobertura vacinal contra a influenza.

Foto: Click Comunicação

“dia 13, quando nos decretamos situação de emergência, a gente tava com uma taxa de cobertura vacinal média de 16%, e agora estamos com 59,71%” afirmou o Governador do Amapá, Clécio Luís Vieira.

Em Macapá, a secretária de saúde do Município, Érica Aymoré, informou que a capital já está em quase 60 por cento de cobertura vacinal nos grupos de risco que são crianças abaixo de 5 anos, gestantes, puérperas e idosos.

Durante o encontro com os prefeitos, o Governador apresentou os dados atualizados das internações. Pelo último boletim, hoje o Amapá tem 312 leitos de enfermaria ocupados e 54 de UTIs.  A maior parte das internações ainda é no hospital da criança e do adolescente (HCA). Apenas 5 adultos e 3 idosos estão internados e entubados em UTIs. Foram 6 óbitos de crianças registrados desde o anuncio do suto gripal.