Saúde

Governo do Amapá leva ação de saúde e odontológica para mais de 700 ribeirinhos em Mazagão

O programa Mais Sorrisos, do Governo do Amapá, prepara a primeira ação de 2024, desta vez na comunidade ribeirinha de Vila Maranata, às margens do Rio Ajuruxi, em Mazagão. Os atendimentos chegarão a mais de 700 moradores na próxima quarta-feira, 20, e é um compromisso do Plano de Governo da gestão do governador Clécio Luís, que prioriza a saúde pública.

Na segunda-feira, 18, as equipes estarão na comunidade para fazer a triagem de pacientes e os atendimentos de prévios de saúde bucal, que seguem até terça, 19. Nos dias 20 a 27 de março, ocorrem os atendimentos de maior complexidade.

A ação contará com serviços de saúde e sociais com a emissão de RG e realização de procedimentos odontológicos de média complexidade, como tratamento de canal, colocação de pino, coroa, tudo feito com tecnologia moderna, o que garante agilidade ao processo e conforto aos pacientes.

Além disso, ainda serão realizados exames laboratoriais, triagem clínica, atendimento pediátrico, nutricional e farmacêutico, disponibilizados pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa).

Em fevereiro, equipes técnicas estiveram na região e definiram a logística e a estrutura necessária para os serviços. A ação é coordenada pela cirurgiã dentista Priscilla Flores, primeira dama do Estado. Além da Vila Maranata, comunidades adjacentes, localizadas na foz do Rio Ajuruxi, também receberão os serviços de saúde, garantindo o acesso a toda a população.

As equipes estarão dispostas em dois ambientes, a Unidade Básica de Saúde Fluvial, cedida pela Prefeitura de Mazagão, que também apoia o projeto, e a Escola Municipal Comunidade Maranata. A ação contará com a participação do projeto “32 Amazônia”, que reúne pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP).

Mais Sorrisos

O Mais Sorrisos é uma iniciativa do Governo do Amapá voltada às pessoas que vivem nas regiões mais distantes. A força-tarefa começou em 2023, com 40 mil atendimentos na aldeia indígena Aramirã, onde vive parte do povo Wajãpi, no município de Pedra Branca do Amapari. Nesta primeira edição, contou com a parceria da ONG Doutores da Amazônia.

Os atendimentos também incluem serviços de assistência médica, farmacêutica, ginecológica e pediátrica, exames laboratoriais, fisioterapia, psicologia e enfermagem, entrega de óculos de grau, inscrição no Cadastro Único (CaÚnico) e no programa Renda pra Viver Melhor. Além de integrar o planejamento de Governo, a ação faz parte do Plano Estadual de Saúde.

 

Fotos: Gabriel Maciel/Sesa e Maksuel Martins/GEA

texto:Crystofher Andrade .Colaboradores: Rafaela Bittencourt