Política

Governo apresenta Pavilhão da Bioeconomia para expositores do Startup20

Maior evento de inovação e tecnologia do mundo começa na sexta-feira, 23, em Macapá.

O Governo do Amapá apresentou o Pavilhão da Bioecononomia aos expositores de produtos, serviços e pesquisas do estado que participarão do Startup 20, maior evento de inovação e tecnologia do mundo, que começa na sexta-feira, 23, no Sebrae, em Macapá, com a presença de delegações de 19 países dos cinco continentes.

O Startup20 é realizado pela Associação Brasileira de Startups, com apoio do Governo do Estado e do Sebrae. O objetivo do Pavilhão da Bioeconomia é permitir o intercâmbio de negócios amapaenses com investidores de outros estados e países.

Foto: Albenir Sousa/GEA

Os expositores receberam informações sobre o evento e tiveram acesso a orientações para uso dos espaços. No Pavilhão, haverá 93 estandes para startups, empresas certificadas pelo Selo Amapá, empreendedores do ramo de artesanatos, empresas de manejo florestal e batedeiras de açaí.

A visita ao pavilhão aumentou a expectativa dos expositores, que veem no evento uma oportunidade de grandes negócios, como conta Mapige Gemaque. Ela compõe o grupo de 18 artesãos que vão apresentar produções indígenas e quilombolas dos municípios de Oiapoque, Macapá e Mazagão.

“Para nós, que somos artesãos de biojoias, que trabalhamos com bioeconomia e sociobiodiversidade, esse evento é muito significativo, é uma porta de entrada para que o nosso fazer artesanal possa chegar a outros lugares no mundo, já estamos na expectativa de fazermos importantes negócios, grandes encomendas e,quem sabe, convites para participarmos de exposição em outros países”, aponta Mapige.

Marco histórico

Lorrane Hage Melim é CEO da startup amapaense DruGet, uma das 30 startups que irão expor no evento. Para a empreendedora, a participação é um marco na trajetória da empresa.

“Poder apresentar a nossa startup, que nasceu no Norte do país, para grandes potências econômicas mundiais é oportunidade única e nós estamos muito felizes, queremos fazer bons negócios e aumentar o networking”, conta Lorrane.

Até o momento, 19 delegações já confirmaram presença no Amapá: Índia, Alemanha, Arábia Saudita, Bangladesh, Canadá, Espanha, Estados Unidos, França, Indonésia, Omã, Portugal, Suíça, Rússia, Turquia, União Africana, Austrália, Itália, Japão e África do Sul. Entre os estrangeiros, estão empreendedores e agentes públicos.

Selo Amapá

Os produtos do Selo Amapá, certificação que identifica e fortalece a produção do estado, também terão lugar na exposição. Serão 40 empresas divulgando o potencial da produção amapaense, com sorvetes, mel, pão, açaí, fitoterápicos, placas fotovoltaicas, dentre outros.

De acordo com o secretário de Ciência e Tecnologia, Edivan Andrade, a expectativa do Governo do Estado é de que a exposição construa conexões eficazes para colocar a produção dos produtos amapaenses na vitrine do mundo.

“A exposição é uma forma de cooperação para o desenvolvimento, para mostrarmos ao Brasil e o mundo o que a gente desenvolve aqui no Amapá com inovação e qualidade. Sem dúvidas, será um espaço para garantir que haja negócios, contratos e intercâmbios, ainda que não seja durante o evento, mas que gere prospecção de negócios futuros”, esclareceu Edvan Barros.

Startup20 no Amapá

O Amapá é sede do maior evento de inovação e tecnologia do mundo, o Startup20, promovido pela Associação Brasileira de Startups (Abstartups) em parceria com o Governo do Estado e o Sebrae. O evento internacional, inédito no Brasil, reúne autoridades e representantes de vários países para debater alternativas inovadoras para o planeta.

Em 2023, durante a 52ª Expofeira do Amapá, o Governo do Estado, que desenvolve políticas públicas de incentivo à inovação, empreendedorismo e a bioeconomia, assinou uma Carta de Intenção que formalizou a realização, em solo amapaense,, do encontro que abre oficialmente uma série de eventos do Startup20, que ocorrerão no país, durante o ano.

A iniciativa global, que teve sua primeira edição na Índia, faz parte das ações do Grupo de Engajamento Startup 20, criado pelo G20, organização das maiores economias do mundo, que conta também com outras nações da União Europeia e Africana.

 

 

Com informações de Leidiane Lamarão