Segurança

Forças de segurança do AP estão empenhadas no caso do bebê de 8 meses que morreu durante tiroteio

Para tentar identificar e prender os atiradores que mataram o bebê Aquiles Felipe Alcântara dos Santos, de 8 meses, e Ricardo dos Santos Barbosa Júnior, de 27 anos, na noite de quinta-feira, 21, as Forças de Segurança Pública do Amapá montaram uma força tarefa. Os agentes de segurança estão buscando todas as informações possíveis para chegar aos criminosos.

Equipes da delegacia de homicídios ouviram pessoas e buscaram imagens de câmeras de segurança nas proximidades de onde o crime ocorreu.

Testemunhas disseram que s tiros partiram de dentro de dois carros, que passaram pela rua Antônio Ferreira de Jesus, localizada atrás do Residencial Jardim Açucena, no bairro Novo Buritizal. No momento do tiroteio, Taiane Alcântara de Souza, de 22 anos, estava com o filho Aquiles Felipe no colo. Ela correu para tentar protege-lo, mas antes de chegar em casa, os dois foram atingidos por uma bala perdida. A mãe passou pro procedimento cirúrgico.

A polícia está apurando se o jovem que morreu foi apenas uma vítima de bala perdida, ou se ele era um dos alvos dos atiradores.

Quem tiver qualquer informação que possa ajudar nas investigações, pode ligar para o 190 de forma anônima.