Municípios

Famílias ribeirinhas que viviam sem energia são contempladas com sistemas de energia solar no Sul do AP

Desde agosto até o início do mês de novembro, 708 famílias ribeirinhas do sul do Amapá foram beneficiadas com o Programa Luz Para Todos, que contempla as regiões remotas do estado. O trabalho, que é executado pela CEA Equatorial, tem como objetivo mudar a realidade de famílias que viviam sem o fornecimento de energia, por meio de um sistema sustentável que utiliza a energia solar.

As primeiras famílias contempladas foram da comunidade de Jarilândia e Rio Jari, pertencentes ao município de Vitória do Jari. De acordo com o gerente de manutenção e obras da CEA Equatorial, Alexandre Lima, novas frentes de trabalho se deslocaram para a comunidade de Água Branca do Cajari e Resex do Rio Cajari, pertencente ao município de Laranjal do Jari, e posteriormente seguirão para a comunidade do Limão, localizada no Arquipélago do Bailique.

Agricultor e pescador, Elias Gomes, comemora e agradece pela entrega da obra, permitindo que a energia elétrica seja fornecida durante 24h. (Foto: Divulgação/ CEA Equatorial)

“Vamos intensificar as ações nestas comunidades, para garantir que mais famílias sejam atendidas. Atuamos, inicialmente, no mapeamento e após isso iniciamos a implantação dos sistemas de energia solar”, reforçou.

Cada família recebe um kit com sistema solar composto por placa, inversor e bateria. Além da entrega, a CEA Equatorial ficará responsável pela manutenção destes sistemas e pela oferta da Tarifa Social de Energia Elétrica (TSEE). Para o morador Elias Gomes, o programa melhorou a rotina para que agora possa realizar atividades simples do dia a dia.

“Antes nós comprávamos um pequeno galão de gasolina e eu só conseguia ligar as lâmpadas e a TV, mas agora eu consigo ligar o freezer e ainda posso andar a noite na beira do rio de de remo. Não preciso também mais sair de casa pra fazer uma ligação, porque antes tínhamos que sair daqui e pagar por uma hora no telefone. Agora eu não preciso mais sair de casa”, afirmou Elias.

Para a moradora e professora do município, Iranilse Silva, foi uma grata surpresa o recebimento dos kits logo que o ensino no local é desafiador diante da falta de energia e do forte calor.

Professora Iranilse se alegra com a iniciativa e acredita que os trabalhos impulsionarão também na educação. (Foto: Divulgação/ CEA Equatorial)

“Quando soubemos da novidade ficamos muito felizes porque muitas casas não tem acesso à energia elétrica e na escola vai melhorar muito, nós devemos ter ventilador, e é um sonho pra gente, vai amenizar bastante o calor e ajudar nos estudos”, disse.

Luz Para Todos – Região Remotas

Embarcação saiu ainda em agosto de Macapá com destino a Laranjal do Jari. (Foto: Divulgação/ CEA Equatorial))

O Programa Luz Para Todos foi retomado no Amapá em 2023. Além das comunidades rurais, o programa também passa a atender regiões ribeirinhas. Em agosto, foi enviado o primeiro carregamento com os kits solares. A ação, que ocorreu no Píer do Santa Inês, em Macapá, foi acompanhada pela comitiva do Governo do Amapá.

Energia fotovoltaica alcançará ainda as localidades de Água Branca do Cajari e Resex do Rio Cajari. (Foto: Divulgação/ CEA Equatorial)

“Nós temos muito orgulho de fazer parte de um momento como este, de estarmos levando qualidade de vida para as pessoas que serão beneficiadas com o Programa Luz Para Todos. O trabalho é intenso e está só começando”, disse o presidente da CEA Equatorial, Augusto Dantas.

 

 

Com informações da Ascom CEA Grupo Equatorial Energia