Segurança

Duas mulheres foram indiciadas ao aplicarem golpe de mais de R$ 16 mil reais em idoso no Abrigo São José

Duas mulheres foram indiciadas pela Polícia Civil do Amapá pela prática do crime de estelionato. Elas teriam realizado transações bancárias no benefício de prestação continuada de um idoso, de 69 anos de idade, que se encontra institucionalizado no Abrigo São José.

A dupla conheceu o idoso durante visitas que faziam ao genitor que também está acolhido no Abrigo. Segundo a Delegada Lívia Pontes, que indiciou as mulheres, elas induziram o idoso a realizar transações de empréstimo em seu benefício assistencial, no valor de R$ 16.764,92 (dezesseis mil, setecentos e sessenta e quatro reais e noventa e dois centavos), em 84 parcelas de R$ 455,00 (quatrocentos e cinquenta e cinco reais). “Uma das indiciadas pediu o empréstimo ao idoso alegando estar precisando de dinheiro para um tratamento de saúde, não tendo, contudo, especificado qual era sua doença. O idoso explicou que não tinha dinheiro, mas a indiciada lhe disse que seu benefício de prestação continuada lhe dava direito a contratar empréstimos bancários e, por se tratar de um problema de saúde, ele concordou em fazer um empréstimo no mês de fevereiro deste ano”, detalhou a delegada.

As indiciadas teriam induzido o idoso ao erro, obtendo, com isso, vantagem ilícita, consistente no valor do empréstimo. Elas ficaram com todo o dinheiro, repassando parcialmente o valor de apenas uma das prestações, após os fatos terem sido descobertos pela equipe do Abrigo.

O inquérito policial foi concluído e encaminhado à Justiça.