Segurança

Defesa Civil orienta como manter a segurança durante fortes chuvas e ventos

Devido às fortes chuvas previstas para algumas regiões do Amapá durante o fim de semana, o Governo do Estado traz orientações para a população reforçar a segurança. Uma delas é manter a atenção para as informações repassadas pelos canais de comunicação dos órgãos oficiais.

O coordenador da Defesa Civil Estadual, coronel Alexandre Veríssimo, alerta para a possibilidade de quedas de árvores, raios e descargas elétricas, situações que podem ocorrer durante chuvas e ventos fortes.

“É importante que a população tome alguns cuidados como não se aproximar de fiações elétricas ou cabos caídos, e nem se abrigar ou estacionar carros embaixo de árvores ou postes, pois eles podem ser atingidos por raios ou cair durante as fortes chuvas ou ventanias”, alerta Veríssimo.

Coordenador da Defesa Civil Estadual, coronel Alexandre Veríssimo

Outra orientação é, se possível, desligar os aparelhos elétricos e quadro geral de energia, durante esses fenômenos, pois há o risco de quedas de energia e descargas elétricas.

A Defesa Civil também orienta a população, ao perceber a proximidade com uma árvore velha, estalando, com larvas de insetos e outros indícios de que pode cair, que entre em contato com o órgão para realizar a poda e corte.

Informações

A população deve ficar atenta às previsões do tempo para a região, uma vez que essas informações podem ajudar no planejamento e preparação em caso de sinistro.

Alagamentos

As fortes chuvas também podem gerar alagamentos e enxurradas, a orientação das autoridades nesses casos é que, se for sair, planeje com antecedência o trajeto, evitando áreas de risco. Mas, caso o cidadão se encontre em uma enchente, a atitude mais prudente é parar o veículo e aguardar a água diminuir. Ao atravessar enxurradas, a força da correnteza pode arrastar pessoas e veículos.

Contate as autoridades

Além do serviço de corte das árvores, em caso de ocorrências como quedas de galhos de árvores ou alagamentos, a população pode acionar a Defesa Civil, pelo telefone 199, ou o Corpo de Bombeiros, pelo número 193.

 

Texto: Luan Rodrigues