Geral

Defensora pública recebe promoção na carreira enquanto atende em Aldeia Indígena

Silvia Pittigliani foi promovida para a 1ª Classe na Carreira de Defensora Pública do Amapá pelo critério de antiguidade.

“Fico muito feliz de estar podendo servir à população na Terra Indígena Wajãpi e ao mesmo tempo sendo promovida”, disse a defensora pública Silvia Pittigliani, que recebeu sua promoção para a 1ª Classe na Carreira de Defensora Pública do Amapá pelo critério de antiguidade na tarde desta sexta-feira, 18.

Silvia está na Aldeia Aramirã, localizada a 277,5 quilômetros de Macapá. Longe da capital e de cerimônias formais, a solenidade aconteceu virtualmente e a defensora pública foi promovida na companhia dos assistidos.

Para o defensor público-geral, José Rodrigues, a solenidade ter sido realizada desta forma demonstra o merecimento da promoção.

“Realmente é uma promoção muito merecida. Prova disso é que você, no dia da sua promoção, está em uma ação da Defensoria Pública em uma aldeia indígena fazendo o que o defensor tem que fazer, trabalhar e atender a população”, expressou José, parabenizando a defensora.

Para Silvia, o momento não tem preço e reflete o trabalho que a Defensoria Pública tem exercido.

“Normalmente a gente pensa numa cerimônia formal, dentro de um gabinete ou algo parecido, estar aqui realmente é uma oportunidade única. Amo esse trabalho, tanto os mutirões, como os trabalhos itinerantes. É algo que eu me realizo fazendo”, comemorou a defensora pública.