Cidades

CSA recebe a população na Captação de Água do Rio Amazonas durante ação do Projeto Portas Abertas

A visitação ocorreu no último fim de semana (27/28) na orla de Macapá. As equipes da concessionária guiaram os cidadãos dentro da área operacional da unidade.

A Captação de Água Bruta do Rio Amazonas, localizada na orla de Macapá, foi reformada e modernizada com investimentos da Concessionária de Saneamento do Amapá (CSA). Com as melhorias já executadas, a empresa abriu as portas da unidade para a visita dos cidadãos que quisessem conhecer esta etapa do processo de tratamento de água. A ação compõe o Projeto Portas Abertas e ocorreu no sábado (27) e domingo (28) em quatro horários diferentes. A visita foi gratuita e conduzida pela equipe da empresa dentro da área operacional da unidade.

A unidade esteve aberta no fim de semana.

Portas Abertas

A CSA estipulou quatro horários nos dois dias do fim de semana para abrir as portas da unidade. As equipes estiveram de plantão e os visitantes puderam conhecer a casa de máquinas e as melhorias realizadas na estrutura, além de contemplar o Amazonas no percurso da passarela de acesso que possui mais de 500 metros Rio a dentro.

“Eu gostei muito do passeio. Foi muito bom saber como é feito o tratamento da água que chega nas nossas casas, além de fazer um exercício que faz bem para saúde de quem como eu, tem mais de 60 anos”, destacou Ana Vilhena, visitante na ação.

Dona Ana tem 65 anos e disse que adorou o passeio na Captação. (Foto Divulgação)

A CSA deu início ao Projeto Portas Abertas em 2022, com visitas guiadas de líderes comunitários dentro da Estação de Tratamento de Água de Macapá (ETAM). Esta é uma nova fase do projeto, que visa aproximar a comunidade que ocupa os arredores da Captação do processo de abastecimento da capital.

As equipes da CSA conduziram as visitas.

“É muito importante movimentos como esse que temos com o Portas Abertas. Aproximamos a comunidade do processo de tratamento de água e reforçamos nosso valor de transparência com os investimentos realizados. Outras ações virão em breve”, concluiu Geaneide Vilhena, Executiva de Comunidade da CSA.

 

Com informações de Marcelle Nunes