Cultura

Cortejo do Banzeiro encerra o desfile de 13 de setembro no Sambódromo

O cortejo do Banzeiro do Brilho-de-fogo irá encerrar o desfile de 13 de setembro, no Sambódromo. O desfile faz parte da programação Amapá 80 Anos, realizada pelo Governo do Estado do Amapá (GEA) e uma série de atrações estão previstas para todos os municípios, até setembro de 2024. O Banzeiro do Brilho-de-fogo é um projeto cultural de iniciação musical e valorização da cultura regional, que em 2023 completa dez anos de existência.

O Banzeiro irá se apresentar com cerca de 120 batuqueiros, pelotão do Jardim do Banzeiro, formado por crianças, e Cordão das Açucenas, com mulheres. Multicolorido e festivo, o cortejo levará para o Sambódromo um repertório autoral e também canções dos festejos tradicionais do Amapá, como ladrões de marabaixo, bandaia das rodas de batuque, e de autoria de artistas amapaenses. Ao som dos tambores juntam-se também chocalhos e os instrumentos de sopro, formando a base musical do Banzeiro.

No dia 13, os desfiles iniciam às 17h, acompanhados pelas bandas da Polícia Militar, marciais e fanfarras. Mais de 4 mil alunos de 57 escolas estaduais irão se apresentar no desfile que contará a história destas oito décadas. Um passeio pelo passado presente e futuro, além de homenagens às personalidades que ajudaram a construir a memória do povo amapaense. Nos dias 14 e 15 os desfiles serão realizados nos distritos de São Joaquim do Pacuí e Santo Antônio da Pedreira.

Esta é a primeira apresentação ao vivo do Cortejo do Banzeiro após o período da pandemia. “O Banzeiro já faz parte da cultura do Amapá, ganhou o coração das famílias, artistas, homens, mulheres e crianças, que mesmo após a parada obrigatória, voltaram com muita vontade de desfilar no cortejo. A saudade era tanta que todas as noites o pátio da Casa do Artesão enche de integrantes antigos e novos”, disse o coordenador do projeto, Adelson Preto.

“Muitas crianças que faziam parte do pelotão dos batuqueiros mirins do Banzeiro, voltam agora participando da ala adulta, isso é de muito valor para nós, que estamos desde o início na condução deste projeto, pois significa que ele é importante e amado. É um prazer retornarmos em uma programação tão simbólica e memorável”, afirma Laura Silva, instrutora.

Os ensaios acontecem até dia 12 de setembro, às 19h, na Casa do Artesão. A coordenação informa que ainda estão abertas as vagas para novos integrantes.  No dia 13, após a apresentação das escolas e bandas, e de servidores da Secretaria de Estado da Educação (SEED), o Banzeiro entra na Ivaldo Veras para encerrar a programação do dia.

 

 

Com informações der Mariléia Maciel Assessoria de Comunicação – Projeto Banzeiro do Brilho-de-fogo

Fotos: Yan Melo