Cultura

Corte da murta, ladainhas e rodas de Marabaixo marcam a programação em comunidades rurais neste fim de semana, em Macapá

Com apoio do Governo do Amapá, as caixas voltam a rufar pelo Ciclo do Marabaixo 2024, neste fim de semana, em Macapá. O destaque fica por conta das programações especiais que serão realizadas pelas comunidades de Campina Grande e Casa Grande, Zona Rural da capital.

Na comunidade de Campina Grande a programação acontece no sábado, 18. A localidade fica no trecho sul da BR-156 e realiza a retirada da murta nas matas da região. Já às 19h, é realizada a ladainha, rezada em latim, levantamento do mastro e rodas de marabaixo até ao amanhecer do dia.

Foto: Gabriel Penha/GEA

No domingo, 19, a tradição é com o grupo Santíssima Trindade da Casa Grande, localizado na Rodovia AP-070. Por lá, a programação inicia às 5h, com alvorada; às 12h acontece almoço para festeiros e convidados e às 16h a quebra da murta. À noite serão feitas ladainhas, jantar e rodas de marabaixo, que vai até o sol raiar.

“Pelo segundo ano, nossa comunidade está oficialmente no Ciclo do Marabaixo. Mas a tradição não é de agora e vem da força, resistência e do legado dos nossos antepassados”, ressalta Josefa Chagas, coordenadora do grupo cultural de Casa Grande.

Foto: Gabriel Penha/GEA

O Ciclo do Marabaixo também irá movimentar os barracões da área urbana de Macapá. No Barracão Gertrudes Saturnino, do grupo Berço do Marabaixo, no sábado, 18, inicia o marabaixo em honra à Santíssima Trindade. No domingo, 19, acontecem missas na igreja Jesus de Nazaré com o grupo Marabaixo do Pavão e na igreja São Benedito, pelo grupo Raimundo Ladislau.

Ciclo do Marabaixo 2024

Com o tema: “O rufar dos tambores para além da tradição”, as celebrações que promovem um verdadeiro encontro de gerações e reúnem a comunidade em momentos de fé e resistência, seguem até o dia 2 de junho, “Domingo do Senhor”, o primeiro após o Corpus Christi. A tradição é fomentada pela Secretaria de Estado da Cultura (Secult) e Fundação Estadual de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Fundação Marabaixo).

Foto: Gabriel Penha/GEA

Confira a programação:

Sábado, 18

  • 16h – Retirada da Murta; 19h – Ladainha; 20h – Jantar e Marabaixo até ao amanhecer para levantação do Mastro (Campina Grande);
  • 17h – Marabaixo da Murta da Santíssima Trindade (Berço do Marabaixo);
  • 21h – Segundo Baile dos Sócios do Divino Espírito Santo (Raimundo Ladislau);

Domingo, 19

  • 5h – Alvorada com fogos; 12h – Almoço; 16h – Quebra da Murta; 19h – Abertura com Ladainha e jantar; 20h – Roda de Marabaixo (Santíssima Trindade da Casa Grande);
  • 7h30 – Missa na Igreja Jesus de Nazaré (Domingo do Divino Espírito Santo), café da manhã; 13h – Almoço; 16h – Murta da Santíssima Trindade; 18h – Marabaixo (Grupo Marabaixo do Pavão);
  • 7h – Missa na Igreja São Benedito (Domingo do Divino), café da manhã; 16h – Marabaixo do Domingo do Divino Espírito Santo e da Murta da Santíssima Trindade (Raimundo Ladislau);
  • 17h – Domingo do Espírito Santo e Murta da Santíssima Trindade, com roda de Marabaixo até ao amanhecer (Raízes da Favela).

 

Com informações de Gabriel Penha