Cultura

Com nova data, Bloco ‘A Banda’ volta às ruas neste domingo, 3, em Macapá

Maior bloco de rua do Norte celebra 59 anos de história e promete alegria para os foliões, em Macapá.

O maior bloco de rua do Norte, A Banda, sai às ruas mais uma vez neste domingo, 3, em Macapá, com apoio do Governo do Estado. Em sua 59ª edição, o evento traz homenagem aos 80 anos de criação do Amapá e reforço sobre a inclusão de pessoas com deficiência.

Para o evento, foi mantido o planejamento operacional com 450 agentes de segurança para garantir a tranquilidade das cerca de 150 mil pessoas que devem acompanhar o evento. A estimativa é da Associação de Brincantes e Simpatizantes do Bloco de Sujos, responsável pelo bloco.

Foto: Gabriel Penha/GEA

A concentração inicia na sede do bloco, na Avenida Iracema Carvão Nunes, com o tradicional caldo servido aos brincantes. O percurso contará com cinco trios elétricos e começa na Praça Veiga Cabral, passando pelas ruas Cândido Mendes, Henrique Galúcio, passando pelo pequeno trecho da Rua Tiradentes, passando pela Avenida Feliciano Coelho, Rua Leopoldo Machado e finalizando na Avenida Ernestino Borges. A concentração é a partir das 13h30.

“Como poder público, é essencial o apoio a movimentos culturais que celebrem o Amapá e sua história. ‘A Banda’ reúne todos os tipos de pessoas e celebra a diversidade, e após o adiamento, buscamos soluções para enfrentar o problema, levando a diversão e lazer de forma segura para todos os brincantes”, afirma a secretária de Cultura do Amapá, Clícia Vieira Di Miceli.

Originalmente previsto para o dia 13 de fevereiro, o bloco foi adiado devido às fortes chuvas que atingiram Macapá. Para o primeiro secretário do bloco, Helder Carneiro, o momento é de celebração às raízes carnavalescas do Amapá para um desfile seguro e repleto de alegria.

“Por motivos de segurança e bem-estar da nossa população, adiamos ‘A Banda’ para este domingo, e agora, podemos festejar com familiares e amigos este momento histórico”, afirma Helder.

A Banda surgiu em 1965, criada por um grupo de amigos, em um jogo de carteado e é conhecida pelos seus tradicionais bonecos, com metros de altura. Ao todo, são nove personalidades homenageadas, além de cinco trios elétricos e a apresentação de artistas locais.

 

Com informações de Eduardo Belfort