Cidades

Centro de acolhimento é providenciado para famílias afetadas pelas chuvas em Macapá

A Escola Estadual Reinaldo Damasceno está recebendo desabrigados e desalojados com vários serviços sociais e de saúde.

O Governo do Amapá mobilizou todas as secretarias para ajudar a população afetada pelas fortes chuvas que atingem a capital, Macapá, desde sábado, 10. Para amenizar os impactos sociais, o Estado montou na terça-feira, 13, um centro de acolhimento na Escola Estadual Reinaldo Damasceno, no bairro Novo Buritizal, para concentrar e garantir toda a assistência às famílias desabrigadas e desalojadas.

Fotos: Aog Rocha/GEA

Os atendimentos estão sendo organizados pela Secretaria de Estado da Assistência Social, que ainda contabiliza o número de pessoas acolhidas entre homens, mulheres e crianças.

No local, os moradores recebem alimentação; kits dormitório com rede, mosquiteiro e cobertas; kit de higiene pessoal; colchões; fraldas descartáveis para os bebês; serviços de saúde; além de cadastro nos programas sociais, como o Renda para Viver Melhor, Aluguel Social, entre outros, conforme necessidade de cada família.

Fotos: Aog Rocha/GEA

O governador Clécio Luís esteve na escola para alinhar as ações de atendimento e conversar com as famílias. Durante o dia, ele acompanhou os trabalhos do Governo na Zona Sul da cidade, uma das regiões mais afetadas.

“Andamos hoje por várias pontes e ruas do bairro Nova Esperança. Os moradores relatam que a região sempre enche nas fortes chuvas, mas nunca encheu tanto como agora. Estamos empenhados em fazer o que for necessário para ajudar a população. Também já colocamos todos os nossos serviços e equipamentos à disposição da Prefeitura de Macapá. Estamos unindo forças para amenizar toda essa situação”, pontuou o governador.

A escola também está servindo como abrigo temporário para os desabrigados, que tiveram suas casas totalmente destruídas pela chuva e força da maré, no caso da comunidade do Aturiá. O ambiente foi preparado para receber as pessoas de forma segura e oferecer condições básicas de conforto.

“Aqui as famílias afetadas pelas chuvas estão recebendo toda a assistência necessária, que vai desde a alimentação até os cuidados com a saúde. Neste momento, existe uma união de esforços das instituições do Estado para levar assistência a todas as pessoas atingidas”, destacou a secretária da Seas, Aline Gurgel.

Fotos: Aog Rocha/GEA

A partir de quarta-feira, 14, as famílias também receberão ações específicas de saúde como vacinação contra gripe e Covid-19 e consultas médicas. Para as crianças, haverá atividades lúdicas com jogos, brincadeiras e cinema. A programação foi organizada pelas secretarias de Saúde (Sesa), Desporto e Lazer (Sedel) e Políticas para Mulheres.

Além da equipe de governo, acompanharam o governador no monitoramento das ações, o ministro da Integração e Desenvolvimento Regional, Waldez Góes; os senadores Davi Alcolumbre e Randolfe Rodrigues; e o deputado estadual Hildegard Gurgel.

 

Com informações de Weverton Façanha