Saúde

Blitz sensibiliza doadoras para aumentar estoque de leite para bebês prematuros

Para marcar o Dia Mundial de Doação de Leite Humano, o Banco de Leite Humano (BLH) realizou nesta sexta-feira, 17, blitz informativa para sensibilizar a população sobre a importância da doação e os benefícios que ele garante aos recém-nascidos. A ação integra a campanha “Doe Leite Materno – Vida em Cada Gota Recebida”, promovida pelo Governo do Amapá, que busca incentivar mães a serem doadoras.

Foto: Ascom GEA

Durante toda manhã, as profissionais do BLH atuaram no Centro de Macapá, abordando motoristas e pedestres com pedidos de doação de frascos e indicações de mulheres aptas a doar leite, além disso, as técnicas entregaram panfletos informativos.

“Esta é uma forma de sensibilizar as pessoas sobre a importância de coletar e distribuir leite materno aos recém-nascidos. Queremos divulgar a existência do Banco de Leite e aumentar o número de doadoras”, explicou a coordenadora do BLH, Darcineyde Dias.
A coordenadora reforçou que o leite materno é o principal alimento ingerido pelos bebês que nascem prematuros e ficam internados na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Neonatal do Hospital da Mulher Mãe Luzia (HMML). Segundo Darcineyde, é preciso que mais mulheres se cadastrem para aumentar a doação.

Foto: Ascom GEA

“Atualmente contamos com 154 doadoras. Aumentar nosso estoque de leite é fundamental para garantir que os bebês prematuros que nascem no estado tenham acesso a esse líquido tão precioso. Infelizmente, estamos registrando muitos nascimentos prematuros e nossos estoques já estão baixos, por isso precisamos mobilizar a sociedade”, ressaltou a coordenadora.

Etacyara Priscila Carvalho, de 30 anos, tem orgulho de ser voluntária. Ela sabe como é importante amamentar um bebê, porque sua filha nasceu prematura, com 32 semanas.

“Meu neném está internado na maternidade, venho aqui no Banco de Leite, três vezes ao dia tirar meu leite para alimentá-lo por meio de uma sonda. Fico feliz de poder dar meu leite a ele e a outros que estão necessitando”, disse a mãe.
Como doar?
Para tornar-se uma doadora de leite ou receber orientações sobre amamentação, a pessoa interessada pode ir ao BLH, que funciona 24 horas, na esquina da Av. FAB com a Rua Jovino Dinoá, no bairro Central, ou entrar em contato pelo número (96) 98403-2283, que também é WhatsApp.

Ao entrar em contato, a mulher realiza um cadastro e recebe orientações sobre a coleta e o armazenamento. Para doar, é necessário estar saudável, ter excedente de produção e condições de congelar o leite retirado.

Coleta Domiciliar
O Banco de Leite também oferece a coleta domiciliar, evitando o deslocamento da doadora. Nesses casos, os servidores vão até a casa da mãe para orientar sobre a coleta e armazenamento. É possível solicitar que a coleta seja feita, por meio do número (96) 98403-2283.