Cultura

Banzeiro do Brilho-de-fogo 10 anos: últimos preparativos para o cortejo de réveillon

O Banzeiro é uma das atrações do reveilllon que vai ser realizado pelo Governo do Estado do Amapá (GEA), dia 30 de dezembro, no balneário de Fazendinha, e a coordenação e integrantes estão nos últimos preparativos para a apresentação, que festeja os 10 anos do projeto. Ensaios, indumentárias, adereços, estão em fase final, sob a coordenação dos instrutores, artesãos e coordenação-geral, do músico Adelson Preto.

O cortejo sai na rua principal do balneário às 21:30, com os batuqueiros, Cordão das Açucenas e Jardim do Banzeiro, músicos de instrumentos de sopro, dançadeiras de marabaixo, artistas circenses, em um desfile de cores e música, que arrasta o púbico para a ruas. Mais de 200 integrantes estarão participando desta apresentação de final de ano.

Para o show,  os preparativos iniciaram de dezembro, com os ensaios em frente à Casa do Artesão, quando batuqueiros que já fazem parte do projeto, e iniciantes, treinaram os ritmos e repertório com as caixas de marabaixo e chocalhos. Os adereços de mão, o estandarte e as alegorias são criações da artesã Melissa Silva, que já finalizou a confecção.

Banzeiro 10 anos 

O projeto Banzeiro começou em 2013, com a finalidade de incentivar a iniciação musical, aproximar a população das tradições culturais do Amapá, e promover um desfile multicolorido, com batuqueiros de todas as idades, mulheres com saias floridas, adereços coloridos, cantando canções de compositores amapaenses, já de domínio público, e também do repertório do Banzeiro. O cortejo é a apresentação do resultado do projeto, que é fomentado com recursos públicos destinados para a cultura.

Ao chegar aos 10 anos, o Banzeiro entra em uma nova fase, e passa a ser um projeto estadual, e será levado para os demais municípios do Amapá. “Quando iniciamos, tivemos o apoio fundamental do então prefeito Clécio Luis, que antes de ser gestor, estava junto com artistas e produtores culturais, gestando o projeto, que alcançava apenas a cidade de Macapá. Por acreditar e ver os resultados, o agora governador continuou a dar suporte, e o Banzeiro passará a ser executado em outros municípios”, festeja Adelson Preto.

O projeto é gratuito, da inscrição à indumentária, e qualquer pessoa pode participar. O calendário de ensaios e cortejos de 2024 serão divulgados em janeiro pela coordenação.

Com informações de Mariléia Maciel – Assessoria de Comunicação