Cidades

Amapaenses já podem pagar multas com desconto: Detran-AP adere ao Sistema de Notificação Eletrônica

“A inclusão do Amapá ao SNE permitirá aos proprietários de veículos e condutores do estado acesso facilitado à visualização e pagamento de multas recebidas, não só dentro do estado, mas em todo país”, argumentou o secretário nacional de Trânsito, Adrualdo Catão

A opção de pagar multas com facilidade e desconto de até 40% por meio da Carteira Digital de Trânsito (CDT) já está disponível para os proprietários e condutores de veículos do Amapá, graça à adesão do Departamento de Trânsito do estado (Detran-AP) ao Sistema de Notificação Eletrônica (SNE). Com isso, as rodovias do estado ficam cobertas pela funcionalidade do Governo Federal, que já abrange todas as estradas federais do país, 829 prefeituras e quase a totalidade dos Detrans – a exceção é o departamento do Piauí, que está em fase de contratação.

“A inclusão do Amapá ao SNE é de suma importância, por permitir que os proprietários de veículos e condutores do estado tenham acesso facilitado à visualização e ao pagamento de multas recebidas, não só (as registradas) dentro do estado, mas em todo país”, argumentou o secretário nacional de Trânsito, Adrualdo Catão.

O SNE possibilitou uma economia de mais de R$ 625 milhões no pagamento de infrações de trânsito desde seu lançamento, em novembro de 2016. Em todo o país, mais de 18 milhões de veículos se encontram cadastrados no sistema.

Como ter desconto?

  • Para aderir ao SNE, basta que o proprietário ou condutor do veículo faça seu cadastro na CDT, disponível na AppStore e Google Play, ou pelo portal de serviços da Secretaria Nacional de Trânsito (Senatran).
  • Ao adquirir a CDT, o usuário terá acesso a uma série de serviços, como o de notificação de infrações e a possibilidade de pagamento de multas com descontos de até 40% pelo próprio aplicativo.
  • Após ser habilitado no sistema, o proprietário ou condutor passará a receber, de forma eletrônica, todas as notificações de infrações dos órgãos autuadores que já aderiram ao SNE.
  • O usuário também poderá consultar detalhes de cada multa, copiar o código de pagamento ou realizar a indicação do condutor que dirigia o veículo e é o real responsável pela infração indicada pelas autoridades de trânsito.
  • Contudo, para obter o desconto, é necessário o reconhecimento, por parte do usuário, da infração de trânsito cometida. No caso de pessoas jurídicas, isso também é possível, embora somente no ambiente web.
Foto: Divulgação

Coube ao Serpro desenvolver a tecnologia do SNE para a Senatran. Segundo o presidente do Serpro, Alexandre Amorim, a empresa pública já está finalizando a adesão de todos os Detrans do país ao sistema. “É um processo de adesão que começou em 2016 e que hoje beneficia mais de 10 milhões de brasileiros com descontos nas infrações de trânsito”, comemorou.

 

 

Com informações da Assessoria Especial de Comunicação Ministério dos Transportes