Cultura

Amapá Jazz Festival traz shows, aulas grátis e homenagem ao violinista Hernani Vitor

Nesta quinta-feira, 19, inicia o 15º Amapá Jazz Festival, a maior conexão entre artistas do gênero da Amazônia, que acontece neste ano no pátio da Casa do Artesão. Músicos internacionais, do Amapá, e de outros cantos do Brasil, estarão no palco desta edição, em que se homenageia o violinista Hernani Vitor Guedes. Além das apresentações, os artistas convidados estarão disponíveis na Master Class, onde o público interessado pode participar das aulas gratuitas.

O festival será de 19 até 21 de outubro, com a presença de renomados artistas, como o saxofonista paraense Elias Coutinho, o baixista Michael Pipoquinha, maestro Paulo Flores, o saxofonista angolano Ivan Mazuze, a cantora guianense Régine Martial e banda, e o grupo franco-brasileiro Guyamapá. Do Amapá estão confirmadas as presenças do grupo Amazon Music, Marrecos Land, Anthony Barbosa, João Amorim e Grupo Senzalas. Os shows iniciam às 19h.

Nos contraturnos das apresentações, acontecem as Master Class, no Centro de Educação Profissional de Música Walkíria Lima. No dia 19, às 10h, os guinanenses Denis Lapassion e Régine Lapassion estarão repassando técnicas vocais e de piano. No dia 20, às 10h, Ivan Mazuze oferece aula de sax; e às 15h, a aula é com Michael Pipoquinha. No sábado, 21, Elias Coutinho repassa aula de sax e técnicas de improvisação.

 

Homenagem

O violinista Hernani Vitor Guedes é o homenageado desta edição. Seu Hernani, como era chamado, veio de Cametá (PA) nos anos 50, já com seu violino, para o Amapá. Se estabeleceu como empresário do ramo de farmácia e, em paralelo, se dedicava à música. Em 1963, ele formou o grupo “Os Mocambos”, que após cinco anos, gravou um LP considerado um marco, por ser o primeiro a reproduzir os ritmos de marabaixo, batuque e folia dos santos.

Hernani Guedes foi integrante da Orquestra Primavera, como primeiro violino, e ganhou destaque em nível nacional com as apresentações no Teatro Nacional do Distrito Federal, Teatro das Docas (PA) e Teatro Pinheiros (SP). No Amapá ele teve o reconhecimento do público como farmacêutico e músico, tornando-se referência e convidado de honra para os maiores evento musicais.  O homenageado faleceu em 2022, aos 98 anos.

Confira a programação:

Dia 19 de Outubro:

19h – Amazon Music – Amapá

20h – Paulo Flores – São Paulo

21h – Guyamapá – Guiana Francesa/Amapá

22h – João Amorim – Amapá

Dia 20 de Outubro:

19h – Marrecos Land – Amapá

20h – Elias Coutinho – Pará

21h – Michael Pipoquinha – São Paulo

Dia 21 de Outubro:

19h – Anthony Barbosa – Amapá

20h – Régine Martial – Pará

21h – Ivan Mazuze – Noruega

22h – Grupo Senzalas – Amapá

 

Com informações de Mariléia Maciel Assessoria de Comunicação