Cultura

4° Festival de Bandas e Fanfarras acontece sexta-feira na 52ª Expofeira do Amapá

A tradição e a beleza das bandas marciais vão tomar conta da 52ª Expofeira. Na próxima sexta-feira, 6, o Governo do Estado realiza o 4° Festival de Bandas e Fanfarras do Amapá no no palco da Rainha e Diversidade, dentro do Parque de Exposições da Fazendinha, a partir das 16h. 

Para participar, escolas da rede pública e privada dos 16 municípios podem se candidatar até sexta-feira, 29. As fanfarras devem contemplar pelo menos, 80% de músicos matriculados na rede de ensino escolar e 20% integrantes da comunidade. 

CONFIRA O EDITAL 

Para se inscrever, as bandas precisam informar nome completo, CPF, idade, número de inscrição na rede de ensino do Estado do Amapá, assinatura do responsável (diretor) e contato telefônico. As inscrições devem ser  pelo e-mail inscricaobandasefanfarras@secult.ap.gov.br. Os candidatos também devem baixar os formulários obrigatórios disponíveis no edital de seleção para encaminhar junto com a inscrição. 

O festival

A competição vai premiar as melhores bandas em três categorias técnicas: banda de percussão, fanfarra Simples e banda marcial. Todos os grupos terão de 15 a 20 minutos para fazer sua apresentação.

Na disputa, serão considerados os quesitos uniformidade e instrumental, alinhamento, cobertura, garbo, evolução e ritmo, e no aspecto musical serão avaliadas a desenvoltura dos sopros, conjunto, regência, adaptação, percussão, arranjo, adaptação ou transcrição, evoluções e coreografia da banda.

O evento é promovido pela Secretaria de Estado da Educação (Seed), Secretaria de Estado da Cultura (Secult) e Federação de Bandas, Fanfarras e Regentes do Amapá (Febfrap).

Festival de Bandas e Fanfarras

Na sua última edição realizada em frente à Casa do Artesão, o festival reuniu um público de mais de 2 mil pessoas para assistir as apresentações de 14 grupos das unidades de ensino da rede estadual e municipais. O evento é tradicionalmente aguardado pela população e sempre atrai a participação de estudantes com bandas vindas de Oiapoque, Serra do Navio, Laranjal do Jari, Pedra Branca do Amapari e Amapá.

 

Com informações de João Marcos Chaves